PRÉMIOS CELGENE PARA INICIATIVAS CENTRADAS NA PESSOA COM DOENÇA SÃO LANÇADOS EM PORTUGAL

 

Abriram as candidaturas ao Prémio Celgene de Incentivo às Iniciativas Centradas na Pessoa com Doença, no valor de 5 mil Euros, que pretende reconhecer projetos centrados nas pessoas com doença oncológica. Esta iniciativa integra o programa internacional ChanceMakers desenvolvido pela biofarmacêutica.

As candidaturas podem ser realizadas até 30 de novembro por instituições portuguesas como associações de doentes, instituições científicas e outras entidades que tenham um projeto em desenvolvimento ou recentemente concluído na área dos tumores sólidos ou hematológicos. Este prémio pretende estimular o desenvolvimento de novas ideias, distinguindo e apoiando as instituições potenciadoras de tais trabalhos e possibilitar a melhoria da qualidade de vida dos doentes oncológicos.

“Os cuidados na esfera da saúde são sempre dádivas de pessoas para pessoas. É o reconhecimento da centralidade do ser humano que nos permite afirmar que o doente está sempre em primeiro lugar”, afirma Fernando Leal da Costa, membro da Comissão de Acompanhamento dos Prémios e especialista de Hematologia Clínica e de Oncologia Médica.

Segundo os mais recentes dados do Relatório do Programa Nacional para as Doenças Oncológicas 2017, a incidência do cancro está a registar um aumento de aproximadamente 3%, o que demonstra que esta deve ser uma área de crescente preocupação para as instituições de saúde, médicos e sociedade civil.

Os Prémios Celgene de Incentivo às Iniciativas Centradas na Pessoa com Doença enquadram-se no programa internacional de responsabilidade social ChangeMakers implementado pela Celgene em 2017, que agrega um leque de atividades centradas numa maior integração dos doentes no processo de tomada de decisão em saúde. Este programa é lançado em Portugal com o Prémio 2017.

O programa terá continuidade em 2018 com a abertura de uma Bolsa de financiamento de novos projetos no valor de 10 mil Euros, com um âmbito alargado também às doenças crónicas e debilitantes do sistema nervoso ou do foro reumático.

“Reconhecemos o valor de iniciativas centradas no doente e sabemos que é importante divulgar ferramentas que ajudem no desenvolvimento de novas propostas para complemento dos cuidados de saúde. Em 2018 pretendemos dar continuidade a esta iniciativa e à aposta da Celgene na promoção e no desenvolvimento de projetos dedicados aos cuidados centrados na pessoa com doença oncológica e doenças crónicas e debilitantes em Portugal”, acrescenta Isabel Boaventura, Diretora Médica da Celgene Portugal.

O aumento do número de pessoas com doenças crónicas incapacitantes tende a contrariar o elevado potencial de saúde da idade adulta, levando à necessidade de uma adaptação na prestação de cuidados de saúde.

“É minha convicção que a Bolsa Celgene 2018 será um suporte importante para as Instituições que desenvolvem atividades na área das doenças musculo-esqueléticas crónicas”, comenta Helena Canhão, membro da Comissão de Acompanhamento dos Prémios e vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia.

Qualquer pedido de esclarecimento sobre os Prémios deverá ser encaminhado para premiocelgene.centradonapessoa@gmail.com . Para visitar o regulamento e obter mais informação sobre os Prémio aceda a https://celgeneiniciativasdeapoioblog.wordpress.com/

 

Sobre a Celgene

Celgene Internacional Sàrl, localizada em Boudry, Suíça, é uma subsidiária integral e sede internacional da Celgene Corporation. A Celgene Corporation, com sede em Summit, Nova Jersey (EUA), é uma empresa farmacêutica global dedicada principalmente à descoberta, desenvolvimento e comercialização de terapêuticas inovadoras para o tratamento do cancro e doenças inflamatórias.