«A conjugação dos esforços das Faculdades de Medicina de Lisboa, Porto, Coimbra e Açores, com o contributo inestimável da Janssen, permitiu aperfeiçoar o exercício da medicina através do conhecimento teórico e prático, partilhando entre vários investigadores e em rede conhecimento, interrogações e soluções», é desta forma que Manuel Delgado, Secretário de Estado da Saúde, se refere às Salas de Educação Virtual Dr. Paul Janssen, um projeto que tem permitido ligar quatro faculdades em rede entre si e a outras academias e investigadores a nível nacional e internacional.

Para assinalar o primeiro aniversário das Salas, os diretores das quatro instituições de ensino realizaram uma sessão conjunta que contou com a participação de Manuel Delgado, Secretário de Estado da Saúde, e de Filipa Mota e Costa, diretora-geral da Janssen Portugal.

Durante este primeiro ano, foram várias as aulas que passaram a ter lugar nestas salas, equipadas com tecnologia de ponta na área da telepresença, sobretudo entre Coimbra e Açores. Estas universidades têm um protocolo no qual foi definido que os conteúdos teóricos do curso são lecionados por professores da Faculdade de Coimbra.

Raquel Seiça, professora catedrática da Universidade de Coimbra e investigadora do Instituto de Imagem Biomédica e Ciências da Vida-IBILI afirma que «estas salas permitiram melhorar e inovar o ensino das aulas teóricas. Até agora tínhamos de condensar numa semana mais de 20 horas de matéria teórica. Estas aulas são agora distribuídas ao longo do semestre, ou seja, conseguimos ter um plano pedagógico mais concertado. Além das mais-valias em termos formativos, tivemos a oportunidade de eliminar custos associados a viagens, estadias e alimentação». A professora acrescenta ainda que «o impacto na qualidade do ensino médico na Universidade dos Açores é evidente».

No caso particular da Faculdade de Medicina do Porto, as salas permitiram reforçar as ligações com o Brasil através da realização de sessões mensais com várias faculdades de medicina nas quais partilham conhecimentos, trabalhos desenvolvidos e práticas de investigação. Foi ainda possível uma professora da faculdade do Porto lecionar aulas de doutoramento em Bioética para alunos em Brasília.

Em Lisboa, os blocos operatórios passaram a estar mais desafogados em consequência das salas. Os internos do Hospital de Santa Maria têm agora a possibilidade de acompanhar as cirurgias através das salas, cuja qualidade de imagem permite captar todos os detalhes.

Esta iniciativa única e pioneira em Portugal conta também com o desenvolvimento de um programa de Educação Médica e Científica, com sessões mensais de ligação a centros científicos de excelência. Tuberculose, microbioma, bioengenharia, malária, nanotecnologia, patient centricity foram alguns dos temas abordados nestas sessões, em que participaram investigadores, profissionais de saúde, professores e estudantes de várias universidades.

«Na Janssen estamos orgulhosos de estar a contribuir para a excelência da educação médica em Portugal e de participar da construção de uma rede científica ímpar através de comunicação inovadora que aporta valor à educação médica nacional e internacional» afirma Filipa Mota e Costa, diretora-geral da Janssen Portugal.