Por ocasião do Dia Mundial da Saúde, data que visa alertar a população para a promoção de comportamentos e hábitos que em conjunto contribuam para uma melhor qualidade da saúde e bem-estar individual, a Sociedade Portuguesa de Transplantação (SPT) deixa “10 mandamentos” para que quem passou por um transplante tenha uma vida mais longa e mais saudável.

Susana Sampaio, presidente da SPT, sublinha que “o doente transplantado tem risco de doença e morte cardiovascular aumentados, pelo que constituem elementos promotores de saúde, o controlo de todos os fatores que possam aumentar a probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares.”

Assim, a SPT aconselha a todos os doentes transplantados os, “10 mandamentos” para a saúde:

1)      Combate à obesidade com prática de exercício físico frequente, nomeadamente com caminhadas ou outro tipo de  desporto;

2)      Alimentação saudável  e equilibrada com ingestão de alimentos pobres em gorduras e açúcar e em quantidades adequadas;

3)      O consumo de bebidas alcoólicas deve ser excepcional;

4)      Abstenção tabágica;

5)      Controlo dos valores de tensão arterial;

6)      No caso de doentes diabéticos, vigilância e controlo dos valores de açúcar no sangue;

7)      Controlo dos valores de gordura no sangue (colesterol e triglicerídeos);

8)      Cumprimento dos esquemas de medicação, nomeadamente os medicamentos imunossupressores que evitam a rejeição do órgão, nas quantidades e horários prescritos;

9)      Manter vigilância e cumprir os rastreios aconselhados pelo médico assistente;

10)   Não faltar às consultas de pós-transplante.

A SPT aconselha ainda a população geral e em particular os doentes transplantados a seguirem os conselhos dos profissionais de saúde para a promoção de uma vida com saúde.